Getrin leva orientações sobre trabalho seguro para canteiro de obras em Cuiabá

Ao utilizar um equipamento que não estava acostumado, um trabalhador da construção pesada de Cuiabá perdeu três dedos da mão. A tragédia aconteceu no canteiros de obras da construção de asfalto da Avenida Parque do Barbado em Cuiabá e deixou em alerta todos os trabalhadores da obra. Para conscientizar os profissionais e evitar que mais tragédias como esta aconteçam, o canteiro de obras recebeu a palestra sobre trabalho seguro promovida pelo Grupo Interinstitucional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Getrin23), nesta quinta-feira(25).

A ação é parte do programa que vem sendo desenvolvido nos principais canteiros de obras de Cuiabá e Várzea Grande e que conta ainda com visitas a empresas, sindicatos, prefeituras e diversas outras entidades no interior do estado. O foco é a conscientização de empresários, gestores e trabalhadores sobre a importância de se prevenir a ocorrência de acidentes no trabalho

Ao falar para os empregados nesta manhã,  a juíza do Trabalho Leda Borges apresentou os dados estatísticos que reforçam a importância de o empregador fornecer treinamento e Equipamentos de Proteção Individual e, da mesma forma, cobrar e fiscalizar o seu uso pelos trabalhadores.

A magistrada também enfatizou a necessidade de atenção quando da operação com maquinas e equipamentos, a importância das pausas e do descanso (baseado nos levantamentos que revelam os horários de maiores riscos de acidentes) e de se observar as regras de segurança do trabalho.

O técnico de segurança do trabalho da obra, Rodrigo Dias, contou que a maior dificuldade na prevenção de acidentes é a conscientização dos trabalhadores, pois muitos demoram a entender a real importância dos cuidados e utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Outro problema registrado pelo técnico é quando os trabalhadores operam máquinas que não estão acostumados ou mesmo que não pertencem a sua função. “ Foi o que aconteceu no último acidente que tivemos aqui e ele acabou perdendo desdos da mão. Essa palestra que o Tribunal promove é muito importante para nos auxiliar na conscientização dos trabalhadores”, afirmou.

Getrin 23

Criado em 2012, o Getrin23 tem jurisdição em Mato Grosso, vinculado à Rede Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho e criado com base na Resolução 96/2012 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

Em 2014, o grupo intensificou sua atuação em setores que apresentam grandes índices de acidentes de trabalho, como por exemplo, a construção civil. Mais de um mil trabalhadores de canteiros de obras de Cuiabá e Várzea Grande participaram de palestras sobre trabalho seguro, enfatizando, entre outros assuntos, a importância do uso efetivo e correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

O Getrin 23 é presidido pelo TRT de Mato Grosso e formado por órgãos públicos, entidades sociais e empresas. Tem como finalidade planejar e executar ações locais contínuas e permanentes voltadas à promoção da saúde do trabalhador, à prevenção de acidentes de trabalho e ao fortalecimento da Política Nacional de Segurança do Trabalho.

Fonte: Tribunal Regional do Trabalho – 23ª Região