PR é o segundo na geração de emprego no país

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (20) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Paraná gerou 11.991(+0,44%) empregos com carteira assinada em janeiro de 2014, superior ao do mês de dezembro de 2013. Entre os 27 estados, ocupou a segunda posição de desempenho com preenchimento de vagas no mercado formal.

 

No cenário econômico, a Indústria de Transformação foi a que mais contratou, totalizando um resultado de +5.585 novos postos de trabalho, seguido pelos setores de Serviços (+5.072 postos) e Construção Civil (+4.203 postos). As estatísticas apontam, ainda, que nos últimos 12 meses, o panorama paranaense apresentou um aumento de 3.36% de empregos gerados, atingindo um patamar de 88.499 postos de atuação.

 

Entre as localidades que mais contrataram, Curitiba se destacou, assim como Maringá, Londrina, Cascavel e Arapongas, que respectivamente ocuparam as melhores posições de contratações. A Região Metropolitana de Curitiba (RMC) também gerou mais empregos se comparado ao mês passado, atingindo um percentual de +0,32%, que significa 3.430 trabalhadores com benefícios e Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

 

O superintendente Regional do Trabalho e Emprego no Paraná, Neivo Beraldin, ressaltou o desempenho estadual, apontando fatores positivos como a economia, investimentos e incentivos à qualificação profissional.

 

Brasil – Em janeiro de 2014, foram gerados 29.595 empregos formais, correspondentes ao crescimento de 0,07% em relação ao estoque do mês anterior. O saldo dos últimos 12 meses é de +1.045.848 postos de trabalho, correspondente a um aumento de 2,64% no contingente de empregados celetistas do País. Os destaques positivos de empregabilidade foram os estados de Santa Catarina (+18.317 postos ou +0,92%), Paraná (+11.991 postos ou +0,44%) e Mato Grosso (+ 10.264 postos ou +1,60%).

 

Ministério do Trabalho e Emprego